Portal de Denúncias grupo Suprimed

Rápido, fácil e sigiloso

Sobre este canal

O Canal de Denúncia compõe o Sistema de Integridade do grupo Suprimed sendo uma das ferramentas de Compliance mais importantes disponibilizadas pela empresa aos seus funcionários, fornecedores e clientes. Trata-se de um canal de comunicação seguro e confidencial, utilizado para identificar desvios de conduta relacionados a empresa e seus parceiros na detecção de eventuais irregularidades, tais como: falhas de controle, fraudes internas e externas, atos ilícitos e descumprimento a princípios éticos e políticas internas. Através dele, o usuário que suspeitar ou souber de algo contrário aos princípios da ética, integridade e lei vigente, pode realizar uma denúncia.

  • Quem pode fazer uma denúncia?
  • Como fazer uma denúncia?
  • Como acompanhar uma denúncia?
  • Premissas

Quem pode fazer uma denúncia?

Como fazer a sua denúncia?

Utilize-se de um dos seguintes ca­nais de comunicação:

  • Utilize o canal de denúncias através do site www.gruposuprimed.com.br/canal-de-denuncia;
  • Envie seu relato para o e-mail: compliance@suprimed.net;
  • Procure um dos membros do Departamento de Compliance;
  • Se preferir, ligue para +55 12 99676-1111.

Você deverá realizar uma denúncia quando tiver conhecimento ou suspeitas de que a violação do Código de conduta ou as regras de Compliance estejam ocorrendo ou poderão ocorrer. Essa denúncia deve ser feita de forma honesta, justa e respeitosa. Veja Alguns exemplos:

  • Violações aos Códigos de Conduta disponibilizados neste portal;
  • Questões referentes ao relacionamento com consumidores ou fornecedores;
  • Violação de leis trabalhistas por parte de fornecedores, condições degradantes de trabalho, trabalho análogo ao de escravo ou infantil;
  • Situações que possam expor negativamente a imagem e marca;
  • Desrespeito ou desequilíbrio no ambiente de trabalho.

O canal online estará disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, os funcionários e colaboradores que registrarem denúncias ou sugestões não serão identificados em nenhuma hipótese. O anonimato e o sigilo estarão sempre garantidos, confirmando-se ou não as denúncias apontadas, não haverá qualquer forma de retaliação ou punição para qualquer denunciante, sejam eles funcionários ou parceiros.

O Departamento de Compliance manterá registro de todos os contatos e denúncias dirigidos a ele, preservando a confidencialidade e proteção de dados.

Como acompanhar uma denúncia?

Para acompanhar sua denúncia clique no ícone "Acompanhe sua denúncia" ou se preferir clique aqui.

Se a denúncia foi anônima você receberá um CÓDIGO DE PROTOCOLO formado por oito dígitos entre letras e números.

Atenção! Guarde bem esse número, se preferir tire uma foto da tela, pois o número de protocolo será necessário para acompanhar o status de sua Denúncia e também para que possa complementar informações que julgar necessário.

Os funcionários e colaboradores que registrarem denúncias ou sugestões não serão identificados em nenhuma hipótese. O anonimato e o sigilo estarão sempre garantidos, confirmando-se ou não as denúncias apontadas.

Não há o registro dos IP's dos computadores dos usuários do sistema via Internet, nem rastreamento das ligações.

Após o registro da sugestão ou da denúncia, o Departamento de Compliance analisará e averiguará, mesmo que digam respeito a pessoas dos mais altos escalões. O Departamento de Compliance será o responsável pelas investigações, e pela coleta de provas e evidências, bem como por tomar as medidas que entender adequadas.

Todas as denúncias e sugestões recebem um número de protocolo, por meio do qual o usuário pode, posteriormente, complementar o seu registro ou acompanhar anonimamente os seus desdobramentos. Esse número de protocolo possibilita, também, que a organização e o usuário dialoguem, mediante perguntas e respostas, preservando-se sempre o anonimato.

Preencha os campos do formulário da forma mais completa e detalhada possível. Se não souber ou não desejar preencher algum desses campos, deixe-o em branco. Mas, lembre-se: quanto mais detalhada for a sua denúncia, maiores serão as chances de que o fato seja identificado e solucionado. Contamos com você!

Premissas

Ambiente de trabalho, comportamentos e responsabilidades

É de responsabilidade de todos a manutenção de um ambiente de trabalho pro­dutivo, respeitoso e ético. Para tanto, deve-se atentar às atitudes consideradas antiéticas e/ou que ferem os princípios de conduta no ambiente de trabalho, nas relações com fornecedores, clientes, parceiros e governo.

Em resumo, não basta dizer que é ético e honesto, é essencial agir e se apresentar como tal. Essa deve ser uma premissa fundamental para todos os colaboradores do grupo Suprimed. Devem ser evitadas situações, ações e comunicações que possam ser percebidas como impróprias ou antiéticas, visto que podem causar danos à imagem do profissional e da empresa.

É legal!

  • 1. É legal: dedicar-se de forma com­prometida e verdadeira no desempenho de suas funções. É negligência ver que algo importante tem de ser feito e não fazê-lo, ou deixar de alertar o profissional competente.
  • 2. É legal: que sua integridade pessoal e profissional se reflita em seu com­portamento. Não coloque em risco a segurança física, financeira, patrimonial e moral sua ou do grupo Suprimed.
  • 3. É legal: questionar as situações, decisões e orientações contrárias aos princípios éticos e de conduta do grupo Suprimed, à legislação ou aos seus próprios valores. Não se intimide ao fazer isso. Se necessário, recorra à liderança ou ao Departamento de Compliance.
  • 4. É legal: apresentar críticas construtivas e sugestões visando apri­morar a qualidade do trabalho e do produto. Baseie-se sempre em fatos, dados e evidências.
  • 5. É legal: existirem relacionamentos amorosos entre colaboradores, contudo, exige-se que as relações pessoais sejam mantidas de forma respeitosa e apropriadas para um ambiente de trabalho. No âmbi­to da empresa, o relacionamento deve ser estritamente profissional.
  • 6. É legal: assumir o compromisso de dar retorno a todo e qualquer questionamento/contato de tra­balho vindo de parceiros (clientes, fornecedores, instituições, co­munidade, etc.), não os deixando sem resposta.
  • 7. É legal: realizar campanhas sociais (arrecadação de alimentos, roupas, etc.) para ajudar a quem precisa, contudo, isso só pode ser feito com a aprovação do Departamen­to de Recursos Humanos. Qual­quer ação deve passar pela análise do RH que dará seu parecer.
  • 8. É legal: manter a confidencialida­de das informações relacionadas à condução de negócios e estra­tégias do grupo Suprimed. Por isso, pro­jetos, planos, dados, estratégias não podem ser compartilhados com pessoas ou instituições ex­ternas à empresa.
  • 9. É legal: evitar jantares, confrater­nizações, almoços, atividades de lazer com parceiros (fornecedores, clientes e terceiros) com os quais temos relação comercial. Isso pro­move um ambiente transparente e isento de favoritismo. Na neces­sidade de ocorrerem, devem ser aprovados pela Diretoria.
  • 10. É legal: que o colaborador que te­nha familiares ou pessoas de seu relacionamento pessoal trabalhan­do em empresas concorrentes, comunique o fato por escrito à sua liderança e ao Comitê de Ética, Riscos e Conformidade. Os casos serão avaliados pelo Comitê e pela Diretoria a fim de verificar se há conflito de interesses.

Não é legal!

  • 1. Não é legal: sonegar informações importantes, seja para sua liderança, seja para subordinados e colegas.
  • 2. Não é legal: agir de forma agres­siva ou não receptiva às críticas e sugestões feitas para melhorar o processo/atividade que realiza ou em que está envolvido.
  • 3. Não é legal: divulgar ideias ou pro­jetos de outra pessoa como se fos­sem seus.
  • 4. Não é legal: divulgar negócios e operações, sejam da empresa, se­jam de clientes, fornecedores, par­ceiros, sabidamente sigilosos, que estejam em processo de concreti­zação ou concretizados.
  • 5. Não é legal: estabelecer relações comerciais, eventuais ou habituais, representando o grupo Suprimed, com em­presas nas quais você ou pessoas de seu relacionamento familiar ou pessoal tenham interesse ou par­ticipação direta ou indireta, sem o conhecimento formal da Diretoria
  • 6. Não é legal: envolver-se em atividades particulares não autorizadas, durante o horário de expediente, que interfiram no trabalho dedicado à empresa, bem como realizar venda de produtos diversos nas dependências da empresa (prédios, pátios, estacionamentos).
  • 7. Não é legal: comprometer o de­sempenho das atividades relacio­nadas ao trabalho no grupo Suprimed, com o exercício de outras ativida­des, remuneradas ou não, mesmo que fora do horário de expedien­te. Salienta-se que estas não po­dem interferir na produtividade, qualidade, tempo ou resultado do trabalho que desempenha na em­presa, bem como na saúde ocu­pacional do colaborador.
  • 8. Não é legal: usar para fins parti­culares, divulgar ou repassar a ter­ceiros, tecnologias, metodologias, informações de processos produ­tivos, know-how, dados de clien­tes, fornecedores, parceiros, assim como outras informações de pro­priedade da empresa, salvo com autorização expressa (por escrito) da área responsável pela informação. Salienta-se que o resultado do trabalho de natureza intelectual e as informações estratégicas, gera­dos na empresa, são de propriedade exclusiva da SUPRIMED, não cabendo ao colaborador solicitar benefícios por eles.
  • 9. Não é legal: utilizar roupas inade­quadas (decotes exagerados, saias curtas, shorts/bermudas curtas, camisas / camisetas sem mangas) no ambiente de trabalho, desres­peitando a diretriz própria sobre o tema, disponível na Intranet (em Departamentos > Recursos Huma­nos>Roupas adequadas para o am­biente de trabalho).
  • 10. Não é legal: deixar de utilizar os EPIs – Equipamentos de Proteção Individual nos locais onde são exigidos.
  • 11. Não é legal: disseminar informações de “caráter não profissional” que prejudiquem os colaboradores e a SUPRIMED, como por exemplo, comentários mal-intencionados e fofocas.
  • 12. Não é legal: agir de forma discriminatória, guiado por preconceitos relacionados à origem, raça, religião, sexo, idade, incapacidade física, convicção política, nacionalidade, estado civil, orientação sexual etc.
  • 13. Não é legal: praticar assédios, em função de seu cargo, tais como: sexual, econômico, moral etc., ou provocar situações que configurem pressões, intimidações ou ameaças no relacionamento entre colaboradores, independentemente de seu nível hierárquico e classe social.
  • 14. Não é legal: ingerir bebidas alcoólicas no horário de trabalho ou entrar na empresa em estado de embriaguez. É proibido o uso ou porte de drogas e a permanência no ambiente de trabalho em estado alterado pelo uso dessas substâncias, o que pode afetar a segurança ou o desempenho próprio e dos demais colaboradores.
  • 15. Não é legal: fumar nas dependências internas da empresa, sendo possível fazê-lo somente nas áreas destinadas a tal fim (fumódromos).
  • 16. Não é legal: que o profissional do grupo Suprimed exerça atividade comercial ou profissional externa que cause conflito de interesses. Mesmo quando isso envolver apenas familiares, deve o profissional submeter a situação à Gerência da área e obter uma declaração de que não existe conflito de interes­ses e/ou que a empresa está ciente da situação.
  • 17. Não é legal: aceitar favores pes­soais de parceiros (fornecedores, clientes e terceiros), obtidos a par­tir da relação comercial que se es­tabeleceu no dia a dia. Incluem-se nesses favores empréstimos finan­ceiros ou de itens/bens, cortesias (transporte, consertos, manuten­ções), intermediações (compra, venda, locação), fiança, etc.
  • 18. Não é legal: o uso de celular pelos colaboradores que atuam direta­mente nos setores de linha de pro­dução e atendimento ao cliente (Call Center) em seus postos de trabalho. O uso de celular durante o horário de trabalho prejudica o bom desem­penho da função nessas áreas.
  • 19. Não é legal: utilizar-se do prestígio do grupo Suprimed no mercado para plei­tear junto a fornecedores, clientes e/ou parceiros, benefícios próprios ou para familiares. Tal situação pode criar um ambiente que dificulte o julgamento isento diante de deci­sões que precisem ser tomadas.
  • 20. Não é legal: falar abertamente, ao celular ou em conversas presenciais, sobre questões profissionais, negociações e informações reservadas ao grupo Suprimed, em lugares públicos, tais como shoppings, restaurantes, salas de espera, aeroportos etc. É essencial que sejam tomados todos os cuidados nessas situações, para que informações do grupo Suprimed não sejam utilizadas ou divulgadas inadvertidamente por terceiros.
  • 21. Não é legal: ser inadimplente em suas finanças pessoais prejudicando o andamento normal de suas atividades, ou seja, envolver-se em situações que exijam negociações frequentes com credores, seja por contato pessoal, seja telefônico, ou que venham a dificultar a con­centração em seu trabalho.
Tem uma denúncia?
Tem uma denúncia?

Caso queira enviar uma denúncia utilize nosso formulário

Acompanhe sua denúncia
Acompanhe sua denúncia

Informe o número de protocolo e verifique o status da denúncia.